Candidato do PT supera ACM Neto pela 1ª vez em Salvador, diz Ibope

Candidato do PT supera ACM Neto pela 1ª vez em Salvador, aponta Ibope

A dez dias da eleição, o candidato do PT à Prefeitura de Salvador, Nelson Pelegrino, ultrapassou pela primeira vez o democrata ACM Neto, aponta pesquisa Ibope divulgada na noite desta quinta-feira (27) pela Rede Bahia, afiliada da TV Globo.

O petista, que tinha 27% de intenções de voto na consulta anterior, há duas semanas, subiu para 34%. Já o concorrente do DEM caiu de 39% para 31% no período.

A mudança de cenário acontece após a coligação do PT acusar o adversário de ser contra as cotas raciais em universidades públicas e relembrar o episódio em que ACM Neto ameaçou dar uma "surra" no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (em discurso de 2005), além do comício do próprio político, no dia 14.

Para completar, Pelegrino tem quase o triplo do tempo do rival no horário eleitoral gratuito.

Há um mês, ACM Neto tinha 40%, contra 16% de Pelegrino.

O radialista Mário Kertész (PMDB) oscilou de 6% para 7% e é seguido pelo candidato do PRB, Márcio Marinho, que tinha 3% e agora está com 4%.

A candidatura de Hamilton Assis (PSOL) manteve-se com 2%, e Rogério da Luz (PRTB) segue com 1%.

O índice dos entrevistados que votariam em branco ou nulo cresceu de 13% para 15%. Os indecisos passaram de 8% para 6%.

Os números são baseados em 805 entrevistas realizadas entre os dias 22 e 27 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

AVALIAÇÃO

A pesquisa do Ibope avaliou ainda os desempenhos do prefeito João Henrique (PP) e do governador Jaques Wagner (PT).

Na gestão municipal, 64% dos entrevistados disseram que o governo é péssimo. Outros 18% o classificaram como regular, 11% como ruim, 4% como bom. Os eleitores que consideraram ótimo não pontuaram.

O governo do Estado é tido como péssimo por 25% dos entrevistados. Outros 43% deram conceito regular, 14% consideraram bom, 11% ruim e 3% ótimo.

A pesquisa foi registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) da Bahia com o número 00236/2012, segundo a Rede Bahia. (NELSON BARROS NETO)

Fonte: G1