Eleições: Candidatos priorizam THE na última semana

Eleições: Candidatos priorizam THE na última semana

Wellington Dias avalia que liderança na preferência popular na capital é “questão de tempo” até dia 3

A aposta dos três candidatos que polarizam as intenções de voto no Estado para o Governo ? o governador Wilson Martins (PSB), o senador João Vicente (PTB) e o ex-prefeito Sílvio Mendes (PSDB) ? na última semana de campanha eleitoral será priorizar os eventos políticos em Teresina, que é o maior colégio eleitoral do Estado. Para o candidato a senador da coligação ?Para o Piauí seguir mudando?, o ex-governador Wellington Dias (PT), Wilson deve buscar os votos que pertencem aos outros candidatos.

Dias avalia que liderança na preferência popular na capital é ?questão de tempo? até o dia 3 de outubro. ?Nossa meta é que Wilson chegue aos 40% e todas as pesquisas sinalizam isso. Quando alcançarmos os 45%, assim com aconteceu com Dilma, Wilson terá mais intenção de votos que todos os outros candidatos juntos. É isso que garante o primeiro turno?, explicou.

?Estamos tranqüilos e fazendo uma campanha em contato com o povo, mostrando os projetos. Iremos mesclar algumas viagens ao interior e eventos em Teresina?, ressaltou o vereador Rodrigo Martins (PSB), um dos coordenadores da campanha de Wilson. Joaquim Bezerra, um dos coordenadores da campanha de João Vicente, adianta que a agenda de campanha do senador será marcada com carreatas e caminhadas, principalmente em Teresina.

?Queremos realizar um volume maior de campanha em Teresina. Estamos confiantes que estaremos no segundo turno?, frisou. ?Daremos uma atenção especial à Teresina e continuamos firmes nas estratégias para ir ao segundo turno?, explicou o presidente regional do PSDB, Luciano Nunes Filho. Sílvio, que já foi prefeito de Teresina, solicitou à Justiça Eleitoral autorização para a realização de carreatas na capital esta última semana.

Os representantes das coligações devem se reunir hoje com o juiz responsável pela 97º zona eleitoral, Fernando Lopes, para definir os percursos que serão feitos esta semana pelas caminhadas e bandeiraços na capital. O objetivo é impedir que os caminhos se cruzem, evitando assim acirramentos eleitorais nas vésperas do pleito. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte