Candidatura de Serra é oficializada pela Web

Praticamente no mesmo horário, Dilma se reúne com centrais sindicais.

O ex-governador de São Paulo José Serra vai ser oficializado neste sábado (10) pré-candidato do PSDB à Presidência da República, em uma convenção conjunta do partido com seus dois principais aliados, DEM e PPS. Toda a cerimônia, que começa às 9h, em Brasília, vai ser transmitida pela web, por meio do site do PSDB.

Com a oficialização de seu nome, Serra dá início a sua segunda tentativa de chegar à Presidência. Em 2002, o tucano disputou o cargo com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para quem perdeu no segundo turno. Em 2006, ele optou em disputar o governo do estado de São Paulo ?o candidato do PSDB à Presidência acabou sendo Geraldo Alckmin, derrotado no segundo turno por Lula.

Serra deve subir ao palco por volta do meio-dia, após discursos dos presidentes do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), PPS, Roberto Freire, e DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ). O ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves ?que abriu mão de disputar a Pesidência em razão de uma suposta preferência do partido a Serra? e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também falarão no evento.

O ex-governador José Serra passou a semana sem compromissos oficiais. Segundo sua assessoria, ele se preparava para o evento deste sábado. O lançamento de sua pré-candidatura acontece em um centro de convenções na região central de Brasília. De acordo com Sérgio Guerra, mais de 3.500 pessoas devem participar do lançamento da pré-candidatura.

No centro de convenções, o público terá acesso a 20 computadores conectados à internet, para apresentação de espaços da militância tucana em mídias sociais, como Twitter, Orkut, Facebook e YouTube. A ideia é engajar os simpatizantes à candidatura Serra de forma organizada no ambiente virtual.

O palco terá ainda um telão de LED, que exibirá a página no ex-governador no Twitter, com as postagens mais recentes no serviço de microblog. Em outubro passado, o ex-governador levantou a possibilidade de falar em primeira mão sobre a candidatura aos seus 189 mil seguidores no Twitter ?numa demonstração da importância que ele e o partido devem dar à web durante a campanha.

Dilma

Praticamente no mesmo horário do lançamento da pré-candidatura de Serra, a pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, participa em São Bernardo do Campo do lançamento de um estudo de seis centrais sindicais sobre emprego e qualificação, às 11h. As duas maiores centrais sindicais do país, Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Força Sindical, participam do encontro.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não confirmou se vai ao evento, embora tenha dito que passaria o final de semana em São Bernardo do Campo, onde tem apartamento. No final da noite de sexta-feira, porém, a página oficial do PT convidava o público a assistir ao vivo pela web "debate" com o presidente e Dilma, às 10h30, no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo.

Na reunião com as centrais sindicais, a ex-ministra será cobrada a assumir compromissos com algumas reivindicações dos trabalhadores, como a licença maternidade de 180 dias, o fator previdenciário e a redução da jornada de trabalho, afirmou o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), presidente da Força Sindical.

O deputado disse que talvez fosse "coincidência" o evento com a ex-ministra ocorrer quase que simultaneamente ao de Serra. "Há algum tempo, vínhamos pedindo uma reunião com ela e com os presidentes dos sindicatos. Não sei se foi coincidência ou não ou se tem algum iluminado lá que falou "vamos fazer agora"", disse.

Fonte: g1, www.g1.com.br