Casa de passageiros no aeroporto entra na fase final em São Raimundo

Segundo informações do secretário estadual de In- fraestrutura, Castro Neto, a parte física do terminal aeroportuário deve estar concluída em dezembro

A obra da casa de passageiros do Aeroporto Internacional Serra da Capivara está entrando em sua fase final.

Segundo informações do secretário estadual de In- fraestrutura, Castro Neto, a parte física do terminal aeroportuário deve estar concluída no mês de dezembro. No canteiro de obras é possível ver os trabalhadores concluindo o piso, paredes e telhado. Na área externa, as pistas de acesso ao aeroporto bem como o estacionamento já foram concluídos.

O terminal, que possui o formato da simbólica pintura rupestre da capivara, tem como objetivo dar suporte para a chegada e partida de passageiros de todas as partes do mundo. A casa de passageiros será moderna e terá acabamento sofisticado, a em seus dois andares que contarão com guichês, salas de embarque e desembarque, banheiros e auditório para a realização de eventos. ?Já estamos na fase final da obra. Praticamente todos os materiais necessários para a conclusão, já chegaram. Em dezembro, vamos inaugurar a casa de passageiro que dará ao município de São Raimundo Nonato, as condições ideais para alavancar o turismo na região?, disse Castro Neto.

A arqueóloga Niéde Guidon, que sempre lutou pela conclusão do aeroporto, recebeu o secretário e uma equipe formada pela superintendente de obras da Seinfra, Maria Cristina Castelo Branco, e o engenheiro Roberto Alaggio, que reafirmaram o prazo para a inauguração. Para a estudiosa, terminal irá garantir mais desenvolvimento para a região. ?Já possuímos alguns investidores do Banco Mundial interessados em colocar, por exemplo, um hotel 6 estrelas em São Raimundo Nonato, mas isto só será possível com a inauguração desta obra?, afirmou Niéde Guidon.

Para concluir a casa de passageiros do Aeroporto de Internacional Serra da Capivara foram assegurados R$ 6,8 milhões de emenda parlamentar que já estão sendo utilizados. Outros R$ 1,5 milhão já foram investidos por parte do Governo do Estado.

Mesmo com a casa de passageiros em construção, o aeroporto funciona normalmente para voos diurnos, pois em junho de 2009, a pista de pouso e decolagem com 1.650 metros de comprimento foi concluída. A obra custou cerca de R$ 7 milhões e foi paga com recursos do tesouro Trabalhadores no canteiro do estacionamento do aeroporto de São Raimundo Nonato.

Fonte: Jornal Meio Norte