Mensalão: "Vou te levar cigarros na prisão", brinca advogado com Roberto Jefferson

Mensalão: "Vou te levar cigarros na prisão", brinca advogado com Roberto Jefferson

Barbosa fez nesta segunda a sustentação oral da defesa de Jefferson na tribuna do Supremo Tribunal Federal.

O advogado Luiz Francisco Corrêa Barbosa, que representa o presidente do PTB, Roberto Jefferson, no processo do mensalão, disse que brincou com seu cliente nesta segunda (13) dizendo que levará "cigarros" para ele quando estiver na prisão.

Segundo Barbosa, Jefferson, delator do mensalão, riu da brincadeira. "Ele riu e disse: "Não vou precisar. Não fumo cigarro"", contou.

Barbosa fez nesta segunda a sustentação oral da defesa de Jefferson na tribuna do Supremo Tribunal Federal. "Antes de entrar no tribunal, o Jefferson me ligou e eu disse: "Estou entrando no STF. Pode deixar que eu vou te levar cigarros na prisão"", relatou o advogado.

Após falar no Supremo, o advogado afirmou que a denúncia da Procuradoria Geral no caso do mensalão é "de brincadeirinha".

"Esse processo é de brincadeirinha. É para não pegar ninguém. A ação penal é açodada, incompleta e intimidatória, porque foi feita para silenciar a melhor testemunha de acusação, Roberto Jefferson?, afirmou. Para Barbosa, Jefferson deveria ser arrolado no processo como testemunha e não como réu.

Segundo o advogado, Gurgel não colheu as provas necessárias para a condenação dos envolvidos no esquema do mensalão. ?O STF não é açougue, não pode condenar sem provas. A culpa de não apresentar provas é do PGR. Ele vai jogar a população contra o Supremo, porque o Supremo vai acabar absolvendo os réus,? disse.

Em entrevista, Roberto Jefferson disse ter convicção de que será absolvido pelo Supremo Tribunal Federal.

Fonte: G1