Castro desautoriza deputados a falar

Ele disse que qualquer manifestação individual como a do deputado Warton Santos não reflete a opinião do PMDB.

O deputado federal Marcelo Castro (PMDB) marcou para próxima segunda-feira uma reunião com os deputados estaduais para discutir os rumos que o partido deve tomar nas eleições 2010 e iniciar as negociações para as coligações proporcionais. È consenso dentro do partido que as alianças para o cargo majoritário passam obrigatoriamente por um acordo para aliança proporcional.

Castro desautorizou os deputados estaduais a falar em nome do partido. Ele disse que qualquer manifestação individual como a do deputado Warton Santos não reflete a opinião do PMDB. O parlamentar admitiu que pode até desistir da candidatura, mas isso será uma decisão de partido, por enquanto ele está no páreo e acredita que ainda atende dois dos critérios estabelecidos pelo governador para ser escolhido para representar a base nas próximas eleições. Marcelo Castro disse ainda que pesquisas há mais de 3 meses das eleições definem viabilidade de candidatura.

?Não há necessidade de se antecipar aos fatos. O governador Wellington Dias ainda não anunciou sua decisão. Podemos perfeitamente esperar mais 15 dias e a partir de então decidir como o PMDB participará das próximas eleições. Qualquer declaração que possa destoar desse pensamento será tema de discussão dentro da reunião do partido. Inclusive, vamos conversar com Warton Santos na próxima reunião para evitar que qualquer opinião seja dada sem que tenha havido uma deliberação da executiva estadual?, finaliza Marcelo Castro.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte