Chegada de Marconi Perillo em CPI do Cachoeira gera confusão

O tucano chegou pela chapelaria do Senado Federal e passou na liderança do partido antes de chegar na sala da CPI.

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), causou confusão na manhã desta terça-feira (12) na entrada da CPI do Cachoeira. O tucano chegou pela chapelaria do Senado Federal e passou na liderança do partido antes de chegar na sala da CPI.


Chegada de Marconi Perillo em CPI do Cachoeira gera confusão

Durante o caminho, vários correligionários do governador gritavam a favor dele. Vários gritos de "Viva Marconi" foram ouvidos nos corredores.

Há boatos de que o governador exigiu a presença dos companheiros. Vários vereadores e prefeitos de cidades de Goiás ocupam o espaço reservado para a imprensa e na sala da CPI a situação é de tumulto.

Leia mais notícias no R7

Ao mesmo tempo, pessoas gritavam "Fora Marconi" na entrada do governador na sala e protestavam contra o tucano.

Perillo vai depor nesta terça. O início da sessão está marcado para 10h15. Ele foi convocado pelos parlamentares para explicar as contradições sobre a venda de uma mansão em 2011 no valor de R$ 1,4 milhão para Carlinhos Cachoeira, além de oito nomeações para administração de Goiás sob suposta influência do contraventor.

Fonte: r7