Cmeie responde acusações de desvio de verbas

Em sua fala, Evaldo Gomes não hesitou em dar maiores esclarecimentos aos vereadores Cel. Edvaldo Marques (PSB)

O presidente da Comissão Municipal Expedidora de Identidade Estudantil (Cmeie), Evaldo Gomes, atendeu ao chamado para participar da Audiência Pública convocada pelo vereador Paulo Roberto (PRTB), que seria para tratar sobre o valor da carteira de identidade estudantil, coisa que não aconteceu no plenário da Câmara Municipal de Teresina. Em meio à presença de estudantes que vaiaram e atiraram ovos contra o requerente, o major saiu do plumo e conduziu a sessão abordando apenas o funcionamento e os gastos da entidade, nesta manhã de segunda-feira (15). Recentemente, o parlamentar acusou a Cmeie de superfaturamento e desvio de verbas.

Mesmo respondendo pela presidência da casa apenas a partir de 2009, Evaldo Gomes disse que está à disposição da Câmara Municipal, dos Movimentos Estudantis e da sociedade para prestar esclarecimento e comprovar os gastos efetuados durante a sua gestão, segundo ele marcados pela transparência. ?Nossa prestação de contas pode ser encontrada até em nosso site no endereço www.cmeie.com.br. Todos os recursos da atual gestão estão sendo aplicados de acordo com a lei?, afirma.

As denúncias apresentadas, com relação ao superfaturamento de pagamento de mídia em rádios comunitárias, conforme documentação apresentada pelo vereador Paulo Roberto, são referentes à gestão anterior, de Gilmar Guilherme Oliveira Lobão. Segundo Gomes, do ano passado para cá, os cerca de R$ 25 mil aplicados em mídia refere-se mais a divulgação em TV?s. ?Trabalhamos apenas com duas rádios em nossa gestão e, por lei, elas não são obrigadas a dar nota fiscal sobre seus serviços?, esclarece.

Em sua fala, Evaldo Gomes não hesitou em dar maiores esclarecimentos aos vereadores Cel. Edvaldo Marques (PSB), Rodrigo Martins (PSB), Valdemir Virgílio (PTC) e Rosário Bezerra (PT) presentes na Audiência Pública. ?Estou à disposição dos vereadores da casa e de qualquer cidadão para dar qualquer tipo de esclarecimento sobre a Cmeie?.

Fonte: Ascom