Com 27 candidatos, Assembleia altera edital para conselheiro do TCE-PI

De acordo com o presidente da Assembleia, Themístocles Filho (PMDB), mesmo não havendo nenhuma irregularidade no edital, diante da polêmica gerada pelas recomendações do Ministério Público

Com a recomendação do Ministério Público do Estado (MP-PI) e uma solicitação da Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Piauí, em torno de mudanças no edital de concorrência para o cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), a Assembleia Legislativa decidiu prorrogar as inscrições para a disputa, previstas para serem encerradas na última quarta (15).

Com a modificação, os piauienses aptos a participarem da eleição terão até o dia 29 de abril para confirmarem a inserção no certame. Para definir esses detalhes, a Mesa Diretora da Casa esteve reunida após a sessão ordinária, estabelecendo ainda a exigência de ficha limpa. Até o momento, a disputa já conta com 27 candidatos.

De acordo com o presidente da Assembleia, Themístocles Filho (PMDB), mesmo não havendo nenhuma irregularidade no edital, diante da polêmica gerada pelas recomendações do Ministério Público, o prazo será estendido. “Não vejo nenhuma irregularidade, mas houve uma solicitação da OAB e atendemos e prorrogamos por mais 10 dias e mudamos outros itens”, afirmou o presidente.

Os candidatos já inscritos serão devidamente notificados sobre os novos itens, nesse sentido, o chefe do Legislativo destacou que essa é uma das eleições mais concorridas para a função, atribuindo o resultado à ampla divulgação. A Assembleia também vai acatar a recomendação para vetar candidatos ficha suja na eleição para o TCE.

 

Fonte: Francy Teixeira