Com 38% das intenções, Serra venceria eleição no 1º turno para Presidência do Brasil

Ministra Dilma Rousseff sobe dois pontos nos dois cenários, diz pesquisa CNI/IBOPE

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), poderia vencer as eleições para presidente da República no próximo ano no primeiro turno, de acordo com os dados da pesquisa CNI/Ibope, divulgada nesta segunda-feira (7).

No cenário em que disputa com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), o deputado federal Ciro Gomes (PSB) e a senadora Marina Silva (PV), o governador de São Paulo obtém 38% das intenções de voto. Seus três adversários, somados, tem 36%. Por isso, dentro da margem de erro, o governador de SP poderia ser eleito sem precisar de dois turnos, já que a sua soma é maior que dos adversários. Em setembro, Serra tinha 35% enquanto seus adversários somavam 40%.

Em segundo lugar no cenário mencionado aparece Dilma, com 17%. A ministra cresceu dois pontos percentuais em relação à pesquisa anterior. Ciro perdeu a vice-liderança e tem agora 13%, quatro pontos a menos que na sondagem realizada em setembro. Marina também caiu, de 8% para 6%.

Rafael Luchesi, diretor de operações da CNI, ressalta que apesar da possibilidade de Serra vencer no primeiro turno, o número de indecisos é muito grande. ?Está muito longe da eleição e há muitos indecisos ainda, mas este é um cenário de momento. Claro que está muito cedo para garantir isso?. Os que não responderam a este cenário da pesquisa foram 12%. Outros 13% disseram votar em branco ou nulo.

No cenário em que o candidato tucano é o governador mineiro, Aécio Neves, o deputado federal Ciro Gomes lidera. Ele tem 26%, dois pontos a menos que na pesquisa anterior. A ministra Dilma subiu também neste cenário e tem agora 20%. Em setembro ela tinha 18%. Aécio aparece em terceiro, com 14%, um ponto a mais do que tinha na sondagem anterior. Marina Silva caiu dois pontos também neste cenário, de 11% para 9%.

O Ibope, a pedido da Confederação Nacional da Indústria ouviu 2.002 eleitores em 143 municípios entre os dias 26 e 30 de novembro. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais e o grau de confiança, de 95%.

Rejeição e conhecimento

Dentre os possíveis candidatos, a pesquisa mostra ainda Dilma com maior rejeição entre os eleitores. Foram 41% os que disseram não votar de jeito nenhum na ministra para presidente. Em setembro, eram 40% os que rejeitavam Dilma. Marina também viu sua rejeição crescer, de 37% para 40%.

Aécio é o terceiro mais rejeitado, com 36% dos eleitores dizendo que não votariam nele de jeito nenhum. Ciro Gomes tem 33% de rejeição, enquanto Serra tem 29%. Os tucanos Serra e Aécio foram os únicos que tiveram redução da rejeição, ambos de um ponto percentual.

A pesquisa mostra também que o governador de São Paulo é o mais conhecido dos eleitores. Foram 69% os que disseram conhecê-lo bem ou mais ou menos. Ciro aparece em segundo, com 45% e Dilma é a terceira, com 32%. Aécio é conhecido por 30% e Marina Silva é a menos conhecida, com apenas 21%.

Fonte: g1, www.g1.com.br