Comissão do impeachment elege aliado de Cunha como relator

Comissão também elegeu Rogério Rosso (PSD) para presidir colegiado

A comissão especial que analisa o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff que tramita na Câmara dos Deputados elegeu, na noite desta quinta-feira (17), o deputado Jovair Arantes (PTB-GO), aliado do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), relator do colegiado. Para presidir a comissão, foi eleito Rogério Rosso (PSD-DF).

A definição ocorreu após o líder do governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), anunciar acordo entre líderes da base aliada para definir os nomes. A chapa foi aprovada por 62 votos a favor e 3 abstenções.

 As três abstenções foram por parte dos representantes do PSOL, Rede e PTN sob o argumento de que eles não foram consultados sobre a indicação dos nomes.

Jovair Arantes disse que sua proximidade com Cunha não vai influenciar na elaboração do relatório final da comissão do impeachment.

Indagado se concordará em convocar Dilma ou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para prestar depoimento, o relator afirmou: “Eu não vou concordar nem discordar com absolutamente nada. Acho que quanto mais tirarmos todas as dúvidas que tivermos vai ser um relatório mais maneiro, mais próximo da realidade do povo brasileiro”.

Mais cedo nesta quinta, o plenário da Câmara elegeu, em votação aberta, os 65 integrantes da comissão especial que primeiro analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.


Fonte: Com informações do G1