Congresso aprova R$10 milhões para obra em Teresina

Além do trevo rodoviário da Avenida Miguel Rosa, a Prefeitura de Teresina, em parceria com o Governo Federal, planeja duplicar as BRs 316 e 343

O Congresso aprovou a liberação de R$ 10 milhões em recursos federais que serão destinados para a construção do trevo rodoviário da Avenida Miguel Rosa, no entroncamento com as BR"s 343 e 316.

O Congresso Nacional aprovou a liberação de R$ 10 milhões em recursos federais que serão destinados para a construção do trevo rodoviário da Avenida Miguel Rosa, no entroncamento com as BR"s 343 e 316. A obra deverá ser realizada pela Prefeitura de Teresina em parceria com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, órgão responsável pela elaboração do projeto.

Para o prefeito Elmano Férrer essa é uma grande conquista para Teresina. ?O trevo rodoviário vai permitir uma maior fluidez do tráfego de veículos na zona Sul que já vem enfrentando sérios problemas de congestionamentos nas avenidas Wall Ferraz e Miguel Rosa, principalmente nos horários de pico. O número de veículos circulando na capital cresce de forma acelerada. Seria possível formar uma fileira com 15 quilômetros de extensão com os veículos novos que entram em circulação todos os meses em Teresina?, lembra Elmano.

O secretário de Governo, João Henrique, lembrou da importância das parcerias com o Governo Federal para que Teresina receba obras de grande porte que melhorem a vida da população. ?Após aprovação dos recursos pelo Congresso, aguarda-se a sanção do Presidente da República e a publicação no Diário Oficial da União para que tenhamos R$ 10 milhões tão aguardados para essa obra? explica o secretário.

Além do trevo rodoviário da Avenida Miguel Rosa, a Prefeitura de Teresina, em parceria com o Governo Federal, planeja duplicar as BRs 316 e 343, nos trechos que ligam a capital aos municípios de Altos e Demerval Lobão, cuja viabilidade técnica já foi aprovada. Nos Dentro projetos estão incluídos viadutos, elevados, ampliação das pistas e construção de rótulas e trevos.

Fonte: Secretaria de Comunicação de Teresina