Congresso Nacional banca "hábito gourmet" de parlamentares, entenda!

Na Câmara, foram 14 notas fiscais emitidas durante os primeiros sete meses deste ano

Parte da cota de parlamentares do Congresso brasileiro está sendo usada para bancar luxuosos hábitos culinários dos seus legisladores. Notas fiscais à quais o jornal O Estado de S. Paulo teve acesso, mostram que senadores e deputados usam uma parcela de sua verba mensal de despesas para pagar refeições na casa dos milhares de reais.

Um deles é o senador Cássio Cunho Lima (PSDB-PB). Nota fiscal do parlamentar referente a uma janta no Porcão, badalado restaurante de Brasília, indica que R$ 7.567,60 reais foram gastos em uma única refeição na qual ele contou com a presença de amigos e convidados; a nota foi apresentada e reembolsa pelo Senado. Seu colega de casa legislativa, Fernando Collor (PTB-AL), apresentou neste ano três notas de pelo menos R$ 1 mil, referentes a refeições em casas de culinária japonesa. Na Câmara, foram 14 notas fiscais emitidas durante os primeiros sete meses deste ano com valores superiores a R$ 1 mil, num total de aproximadamente R$ 27 mil.

Fonte: Terra, www.terra.com.br