Saiba quem é Andressa Mendonça e relembre as musas dos escândalos políticos

Saiba quem é Andressa Mendonça e relembre as musas dos escândalos políticos

A moça deixou a rotina de eventos sociais para circular entre presídios e tribunais.

Loura, olhos claros, corpinho violão e um certo ar de ingenuidade. Não demorou muito para que Andressa Mendonça, mulher do bicheiro Carlinhos Cachoeira, fosse alçada ao cargo de musa da CPI. Dona de uma loja de lingerie em Goiânia, a moça deixou a rotina de eventos sociais para circular entre presídios e tribunais.

A bela ganhou os noticiários quando o senador Demóstenes Torres - envolvido com negócios de Cachoeira - , para tentar se defender, decidiu expor a vida sentimental de dois ?amigos? em comum: o empresário Wilder Pedro de Morais, primeiro suplente de Torres, ex-marido de Andressa, e Cachoeira, seu atual noivo, com quem está há menos de 10 meses. Pivô da briga, a loura e Cachoeira pretendem se casar assim que o bicheiro deixar o presídio da Papuda, em Brasília. Até lá, o contato entre os dois é realizado através de um vidro, durante as visitas semanais de uma hora que a bela faz.

Andressa tem 30 anos e dois filhos com Wilder Pedro (um de três e outro de quatro anos), com quem foi casada por seis anos. Em Goiânia, atua como empresária e tem uma loja de roupas íntimas, com direito a uma ?sala de fetiche?:

- São produtos eróticos sem perder a finesse, nada de muito agressivo. É pra fazer uma brincadeira a dois - explica a musa, em entrevista gravada no lançamento da loja. Andressa revela ainda outro traço de sua personalidade:

- Eu sempre tive o hábito de só presentear as minhas amigas com lingerie. Acho muito chique.

Nem seria preciso reunir tanto fetiche numa pessoa só: Andressa, é claro, já foi convidada para posar nua na revista ?Playboy?. Ela, no entanto, garante que ?não vai dar esse gostinho, não!?:

- Deixa só para o Cachoeira - disse ela.

Andressa não foi a primeira mulher a desviar o foco (e todos os olhares) de escândalos políticos. Relembre aqui outras musas que, ao contrário da Sra. Cachoeira, decidiram bagunçar a ordem da república aparecendo nuas em revistas masculinas:



Em 2007, Mônica Veloso, que teve um filho com o senador Renan Calheiros, estampou a capa da Playboy. A jornalista ficou famosa em meio ao escândalo Renangate.



Em 2005, foi a vez de Camila Amaral, assessora de imprensa da senadora Ideli Salvatti, exibir sua nudez na revista. Ela foi eleita a musa da CPI do Mensalão. Suas fotos foram feitas dentro de um cenário que imitava um gabinete.



Em 1997, a cunhada do então deputado Luiz Eduardo Magalhães, Rose Anne, posou para a edição de Natal da Playboy

Em 1992, Wanya Guerreiro foi anunciada pela Playboy como a ?mulher que fez PC Farias e Pedro Collor perderem a cabeça?

Em 1985, Luciane Quadros, prima de Jânio Quadros, posou nua Em 1985, Luciane Quadros, prima de Jânio Quadros, posou nua Foto: Reprodução da internet

- Pena que o tio Juracy (pai da moça) não tenha me apresentado uma beldade dessas quando eu era jovem





Fonte: Extra