PMT: Coordenadores de campanha se alfinetam em debate no Agora

PMT: Coordenadores de campanha se alfinetam em debate no Agora

s representantes de Elmano Férrer, Daniel Solon, Beto Rego, Wellington Dias e Firmino Filho debateram as propostas

O clima esquentou no programa Agora, da Rede Meio Norte, durante o debate dos coordenadores de campanha de cinco candidatos à Prefeitura de Teresina. Os representantes de Elmano Férrer, Daniel Solon, Beto Rego, Wellington Dias e Firmino Filho debateram sobre as propostas e aproveitaram para alfinetar uns aos outros.

Sérgio Vilela, coordenador de campanha de Elmano Férrer, começou dizendo que não estava ?pegando bem? os candidatos ?batendo? uns nos outros. Segundo ele, Elmano Responde as críticas com obras.

Gervásio Santos, do candidato Daniel Solon, disse que a campanha do PSTU é baseada em mostrar que existem duas Teresinas, uma precária e outra que funciona para quem tem dinheiro para pagar pelos serviços. Disse que Daniel é a melhor opção, por ser um candidato novo.

Wellington Soares, coordenador da campanha de Wellington Dias, concordou com a ideia de Gervásio, falando que existe uma Teresina de primeiro mundo e outra que é como o Haiti. ?Está havendo um apartheid social em Teresina?, disse. Para ele, Wellington trás a experiência, saindo de uma posição privilegiada de senador para tentar assumir a prefeitura.

O coordenador de Firmino Filho, Fernando Said, disse que o povo já sabe dos problemas, e quer ouvir as soluções. Na campanha, eles pretendem falar do futuro, mas também mostrar o que fizeram, obras realizadas, áreas em que obtiveram avanços e serviços que foram conquistados.

Raimundo José, coordenador de Beto Rego, falou da linha evolutiva do seu candidato, e que pretende ?apimentar? a campanha na sua reta final mostrando a realidade da cidade. ?Os recursos de propaganda, a pirotecnia é uma coisa, a realidade é outra?. Para ele, Beto é um candidato preparado, com grande aceitação e com vontade de mudar.

Quando perguntado sobre apoios às campanhas, como o caso da presidente Dilma apoiando Wellington Dias, Sergio Vilela, coordenador de Elmano, falou: ?O povo quer saber quem governa, e quem governa é ele. Elmano é um candidato aliado às obras?. Sérgio ainda aproveitou para alfinetar o coordenador de Daniel Solon, dizendo que, se ele é o melhor candidato, por que estaria com 1% das intenções de voto nas pesquisas, enquanto Elmano tem 26%.

Gervarsio, coordenador de Daniel Solon, disse que ?Porcentagem é balela?, e que a eleição não está ganha, lembrando que Firmino Filho, quando eleito, derrotou Alberto Silva, que segundo ele, era um ?mito?. Ele ainda disse que uma das intenções na campanha é mostrar o que é falso, citando a integração dos ônibus como exemplo: ?Quem fez a integração foi os estudantes, e Elmano ainda mandou bater neles?, disparou.

O coordenador de Wellington Dias, Wellington Soares falou que não tem nada de errado em mostrar companheiros que tem uma história bonita, e perguntou por que os outros escondem seus companheiros. ?Quero saber por que João Vicente Claudino não aparece na campanha de Elmano, e por que Firmino está escondendo o Hugo Napoleão e Heráclito Fortes?, alfinetou.

Fernando Said começou dizendo que o povo sempre sabe a verdade. Disse que Firmino está com o povo, e que inovou com as caminhadas, e separando dias da semana para ir a vilas e favelas para dialogar com a população. ?Nós temos uma história de realização, e temos muito o que fazer?, falou.

Raimundo José, coordenador de Beto Rego, falou do partido, o PSB. ?Nós temos o que mostrar, mas precisamos de oportunidade.? Raimundo disse que, em Picos, no carnaval, apenas cinco pacientes foram enviados para Teresina.


Coordenadores de campanha de candidatos à PMT se alfinetam em debate ao vivo

Coordenadores de campanha de candidatos à PMT se alfinetam em debate ao vivo

Coordenadores de campanha de candidatos à PMT se alfinetam em debate ao vivo

Fonte: Andrê Nascimento