CPI: Acusada de fraude, Cmeie "precisa mudar", afirma vereadora

Um esboço do relatório era para ter sido apresentado ontem, mas a relatora informou que a apresentação ficou pra hoje devido a alguns problemas.

A relatora da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Comissão Municipal Expedidora de Identidade Estudantil (Cmeie), vereadora Rosário Bezerra (PT), deverá apresentar hoje, em reunião a portas fechadas, o seu relatório sobre as denúncias que investigam irregularidades em gestões passadas do órgão.



O relatório final só deverá ser apresentado no plenário da Câmara Municipal de Teresina no próximo mês, mas Rosário adiantou que a entidade precisa passar por algumas mudanças, e que vai propor, entre elas, uma alteração no regulamento interno. A CPI da Cmeie é composta, além da parlamentar petista, pelos vereadores Ronney Lustosa (DEM) e major Paulo Roberto (PRTB).

?Nós adiamos a apresentação devido a alguns problemas. Vamos acrescentar algumas coisas e sugerir outras?, declarou.

A CPI da Cmeie foi pedida pelo vereador Paulo Roberto e aprovada no plenário da Câmara no dia 31 de março deste ano. Paulo Roberto denunciou que recursos da Cmeie foram desviados, os valores das carteiras estudantis foram superfaturados e a entidade ainda foi usada eleitoralmente para favorecer a campanha de Evaldo Gomes (PTC) por uma vaga na Assembleia Legislativa do Piauí, no pleito de 2010

Fonte: Raphael Reis