PI: Cresce o número de professores contratados da Universidade Estadual

O crescimento do quadro de professores efetivos permite que a universidade desenvolva todas as instâncias do tripé sustentador do ensino superior

O ano letivo da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) iniciará de maneira diferente, pela primeira vez a instituição contará com o número de professores efetivos superior a quantidade de professores provisórios. Esse é um reflexo da reestruturação pela qual a Uespi vem passando nos últimos anos.

O crescimento do quadro de professores efetivos permite que a universidade desenvolva todas as instâncias do tripé sustentador do ensino superior, sendo este formado pelo ensino-pesquisa-extensão.

"O aumento do número de professores efetivos contribui muito para o desenvolvimento da instituição, pois este pode realizar atividades de pesquisa e extensão, além do ensino.

Com isso, os alunos se sentirão mais motivados a participar de projetos de pesquisa e extensão, bem como a participação de eventos", pontua Nouga Cardoso, professor da Uespi e reitor eleito para o próximo quadriênio.

Atualmente, a Uespi possui 912 professores efetivos, destes 192 possuem doutorado e cerca de 615 professores provisórios. De acordo com Francisco Soares, pró-reitor de Ensino e Graduação, em anos anteriores, o quadro de professores provisórios era superior ao de efetivos.

"Houve tempos em que o número de professores efetivos representava um percentual de 10% do total de professores substitutos. Ainda temos muito o que fazer pela instituição, mas sem dúvidas estamos crescendo".

METAS - De acordo com Nouga Cardoso, além do crescimento do índice de efetivos a instituição investirá em infraestrutura para dar melhores condições de trabalho.

"Nessa gestão continuaremos a incentivar a contratação de novos professores, mas também a construção de salas de aula, sala para professores, laboratórios, mobiliário, dentre outros. Como forma de dar mais comodidade e qualidade para a Uespi", comenta.

Fonte: Jornal Meio Norte