Crescimento do PI incentiva planos de expansão do BB

O crescimento da economia local tem motivado novos investimentos do Banco do Brasil no Piauí.

O crescimento da economia local tem motivado novos investimentos do Banco do Brasil no Piauí. A informação é do novo superintendente do BB no Estado, Carlos Antonio Decezaro. Ele assumiu a função no mês passado, em substituição a Vivi Reis, que foi promovido para a diretoria da instituição em Brasília. Entre os planos do Banco para o Piauí, estão a ampliação de agências no interior e o aperfeiçoamento dos serviços prestados aos clientes.

?O Piauí é um Estado que tem apresentado um momento importante em sua economia?, avalia Decezaro. Segundo ele, já são contabilizadas 66 agências do Banco do Brasil no Estado. O número representa mais de 50% de todas as filiais de outras instituições bancárias. ?O BB possui uma penetração muito grande no Piauí e temos uma intenção crescente de ampliar esses serviços?, pontua Carlos Antônio.

O superintendente também destaca que o Banco está em fase de implementação de uma Gerência de Gestão de Pessoas, que trará como benefício direto aos consumidores piauienses um salto nas condições de atendimento. ?A Gerência de Gestão do Piauí ficava no Ceará e a mudança para Teresina irá regionalizar o atendimento, com unidades de treinamento de funcionários na capital que serão refletidas na qualidade do trabalho prestado?, argumenta.

Decezaro ressalta que o desafio do Banco do Brasil é aperfeiçoar as condições de atendimento através da melhoria na rede de atendimento e reforma das agências. Ele lembra ainda que os créditos para o setor da agricultura são um dos pontos fortes no Estado. ?Além dessa área, temos o objetivo de ampliar os créditos para as pessoas físicas. No Piauí, o financiamento imobiliário, de construção civil e de veículos são destaques?, completa Carlos Antônio.

Os resultados alcançados pela Superintendência do BB no Piauí também surpreendem a administração nacional da instituição. ?O Piauí é destaque pelo cumprimento das metas e qualidade de atendimento?, revela.

O novo executivo do Banco do Brasil é oriundo da Superintendência do Banco em São Paulo, onde exercia o cargo de Superintendente Regional e já exerceu os cargos de Gerente Executivo, em Brasília, de Superintendente Regional em Santa Maria (RS), Criciúma, Joinville e Florianópolis (SC), além de ter atuado em outros cargos no Ceará e Mato Grosso do Sul. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte