Cunha diz que programas sociais devem ter seu custo reduzido

De acordo com Cunha, “muitos programas vão ter que acabar”

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou que os programas sociais devem sofrer cortes profundos no Orçamento de 2016.


Image title

De acordo com Cunha, “muitos programas vão ter que acabar”. O presidente da Câmara disse também que o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, por exemplo, “tem 2 mil programas” e que estão previstos “R$ 15 bilhões para o Fies” no Orçamento.

Cunha ressaltou que “é preciso ter arrecadação [de impostos] para sustentar tudo isso”, e ainda que “a sociedade vai ter que decidir se quer manter esses programas”.

Para sustentar todos os programas, a alternativa seria aumentar impostos, o que, segundo o presidente da Câmara, “vai ser difícil de passar no Congresso. Será necessário, então, fazer uma opção”.

Fonte: Com informações da Folha