Cúpula do PMDB nega disputa ao Senado

Warton enfatiza que o PMDB continua “firme e forte” para disputar o pleito indicando o vice em uma chapa majoritária.

O vice-presidente estadual do PMDB, deputado Warton Santos afirmou que desconhece qualquer decisão que envolva o nome do presidente estadual da sigla, deputado federal Marcelo Castro disputando uma vaga para o Senado federal. Warton enfatiza que o PMDB continua ?firme e forte? para disputar o pleito indicando o vice em uma chapa majoritária.

O deputado, que também exerce a liderança do PMDB na Assembléia Legislativa do Piauí, acrescenta que os primeiros passos acerca do posicionamento da agremiação no certame só serão divulgados após o resultado de uma pesquisa contratada pelo partido ?Contratamos o Instituto Amostragem para termos noção do que a população espera do PMDB, se é apoiar um dos candidatos que representam a oposição ou continuar na base do governo?, completou.

Warton Santos destacou que qualquer afirmação que não seja oriunda do deputado federal Marcelo Castro, ou de algum membro da cúpula do PMDB, trata-se de mera especulação política, salientando que após o resultado da pesquisa contratada pela sigla, o PMDB vai realizar uma convenção para decidir o destino do PMDB nas eleições.

?Não adianta publicar qualquer que seja as especulações jogadas à mídia por autoridades políticas ou correligionárias. Ninguém está autorizado para falar em nosso nome. O PMDB é quem vai anunciar a sua decisão, e não terceiros?, finalizou Warton.

O deputado Mauro Tapety foi mais enfático e disse que o governador Wellington Dias não tem procuração para falar em nome do PMDB. ?Não vai ser o PT ou nenhum outro partido que vai anunciar a nossa decisão. Disso podem ter certeza?, finaliza.

Fonte: Ascom/PMDB