Democrata diz que deseja aliança PSDB/PSB pela oposição

Edson Ferreira aposta no racha da base e que o PSB sairá insatisfeito com as decisões

Enquanto a base aliada define qual será o candidato que representará o governo, a oposição especula alianças com os partidos que compõe a base. Para o deputado estadual Edson Ferreira (DEM), a oposição deseja formalizar aliança com o PSB, do vice-governador Wilson Martins. O democrata aposta que haverá um racha da base e que o partido sairá insatisfeito com as decisões.

Edson Ferreira foi ainda mais longe. "A base está trincada, uma verdadeira torre de babel. E esse contexto é ainda mais favorável para a oposição fazer o novo governador do Piauí", opinou, acrescentando que a oposição não tem portas fechadas com os partidos, exceto com o Partido dos Trabalhadores. "Por questões de ideologias partidárias mesmo", justificou.

O democrata deixou claro que a oposição dá como certa a pré-candidatura do prefeito Sílvio Mendes e que o democratas e o PPS já estudam a formalização de alianças com os tucanos. "Não há entendimento. A base tem quatro pré-candidatos e apenas um será escolhido para encabeçar chapa. Não tem equação", analisa.

No entanto, o PSB descartou, pelo menos por enquanto, sair da base aliada. O entendimento do partido é dar continuidade ao projeto de desenvolvimento que vem sendo executado pelo Governo do Estado. "O PSB pode vim a ser oposição, mas não é o nosso propósito. O mesmo entendimento, acredito que tenha os outros partidos", analisa a deputada Lilian Martins (PSB), dizendo acreditar na união da base, apesar das dificuldades. (M.M)

Fonte: Mayara Martins