Demóstenes Torres volta ao trabalho no Ministério Público

Demóstenes Torres volta ao trabalho no Ministério Público

Ele preferiu não falar com a imprensa e recebeu a visita de um promotor

O senador cassado Demóstenes Torres (sem partido) voltou ao trabalho no Ministério Público de Goiás, na manhã desta sexta-feira (20). Ele havia reassunido o cargo de procurador de Justiça na última quinta-feira (12), mas no mesmo dia pediu uma licença de cinco dias.

Demóstenes chegou à sede do órgão no Setor Jardim Goiás, em Goiânia, às 10h30 e deixou o local por volta de 12h30 e preferiu não falar com a imprensa. Ele responde pela 27ª Procuradoria de Justiça e conta com dois auxiliares. Em seu novo gabinete, recebeu nesta manhã a visita de um promotor e de um amigo.

Após ter perdido o mandato de senador por quebra de decoro parlamentar, devido à ligação com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso durante a Operação Monte Carlo, Demóstenes terá agora dar explicações ao MP estadual. Um dia após o retorno do procurador, a corregedoria-geral do órgão instaurou um processo disciplinar para "apurar eventual infringência de dever funcional".

Demóstenes esteve afastado das funções no MP por 13 anos, período em que foi secretário estadual de Segurança Pública e eleito senador por duas vezes. Com a cassação, ele teve seus direitos políticos suspensos por oito anos, a contar do fim do mandato parlamentar, que se encerraria em 2019, ficando inelegível até 2027.

Fonte: G1