Depois de Marcelo Castro, JVC descarta apoio ao PSDB no PI

Para o deputado federal Marcelo Castro, a decisão de não se aliar aos tucanos

Após o deputado federal Marcelo Castro (PMDB), foi a vez de outro pré-candidato à sucessão do governador Wellington Dias (PT) declarar que não existe possibilidade de formar aliança com o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). O pré-candidato João Vicente Claudino, senador petebista, afirmou na manhã de ontem, dia 14, durante encontro regional da juventude do PTB, que não existe a mínima possibilidade de estar ao lado da oposição, durante o pleito de 2010. ?Nós estamos colocados na base e vamos permanecer nesta mesma linha?, enfatizou.

Para o deputado federal Marcelo Castro, a decisão de não se aliar aos tucanos foi embasada durante a reunião dos pré-candidados da base com o governador Wellington Dias. Com o mesmo posicionamento, o senador João Vicente Claudino também demonstrou fidelidade à base governista e reforçou que atende todos os critérios estabelecidos por Dias, como quesitos no momento da escolha do único candidato que representará a base.

?É uma precipitação muito grande afirmar algo neste momento. Mas, nós, petebistas, estamos juntos à base aliada e com ela vamos permanecer.

Durante o encontro com os pré-candidatos, o governador mostrou os seus critérios para a escolha do representante e nós, da pré-candidatura do PTB, temos a convicção de que estamos gabaritados para essa escolha. O nosso perfil é o mesmo estabelecido pelo governador: dar continuidade ao projeto de desenvolvimento do Piauí?, frisou João Vicente.

Sobre o possível desafeto entre o vice-prefeito de Teresina, Elmano Férrer (PTB), e o prefeito Sílvio Mendes (PSDB), o senador João Vicente afirmou que é natural esse tipo de acontecimento, uma vez que os dois são de partidos diferentes e possuem estilo pessoal distintos. ?Ao meu ver, não há briga nenhuma. O Elmano, quando disse que pretende colocar o seu perfil na administração, caso a assuma, disse apenas o óbvio. Ele tem um posicionamento diferente do prefeito Sílvio, e, por isso, desenvolveria uma administração diferente. Não há rixa alguma?, afirmou.

O senador participava do encontro da juventude do PTB, que teve a presença do presidente nacional da sigla, Roberto Jefferson, além do presidente nacional da juventude petebista, Anderson Xavier. ?A juventude é extremamente importante para o nosso partido: eles são formadores de opinião. Nós vamos lutar para que o posicionamento deles esteja em comum acordo com a juventude de outros partidos, voltados para o desenvolvimento?, finalizou.

Fonte: Flávio Moura