Depois de muita polêmica, a Lei Antifumo será votada na terça

Depois de muita polêmica, a Lei Antifumo será votada na terça

O projeto deverá entrar na pauta de discussão da Câmara Municipal de Teresina, na sessão da próxima terça-feira, 5

Depois de muita polêmica, o vereador Edson Melo (PSDB) enfim marcou uma data para votar as alterações propostas para a Lei Antifumo da capital. O projeto deverá entrar na pauta de discussão da Câmara Municipal de Teresina, na sessão da próxima terça-feira, 5.

O projeto apresentado pela vereadora Rosário Bezerra (PT), que proíbe o uso do cigarro em estabelecimentos comerciais abertos e fechados, já havia sido aprovado pela Câmara, mas agora os parlamentares devem apreciar as alterações propostas pelo vereador tucano.

O vereador propõe que a proibição seja mantida apenas para ambientes fechados, como por exemplo, os restaurantes, mas que continue sendo autorizado o uso de cigarros em ambientes abertos. ?Nós propomos também que sejam criados bares para fumantes. Os fumantes não podem ser excluídos. Eles precisam de atendimento por parte do Governo?, declarou.



Edson Melo afirmou que a demora na votação da propostas deve-se a uma tentativa de ganhar mais adeptos, entre os vereadores, para a aprovação da alterações propostas. ?As pessoas precisam ter direito de escolher. Acredito que a proposta da vereadora Rosário Bezerra não dá essa garantia?, justificou.

A proposta do vereador tucano já recebeu a reprovação do prefeito Elmano Férrer (PTB) e do governador Wilson Martins (PSB). O prefeito afirmou que caso as alterações sejam aprovadas pela Câmara, ele irá vetar o projeto. Wilson Martins declarou que a aprovação representa um retrocesso para as políticas públicas de saúde implantadas em Teresina.



Fonte: Jornal Meio Norte