Deputada quer sambódromo em THE

A deputada estadual Flora Isabel (PT) defendeu a construção de um sambódromo em Teresina, para que a tradição dos desfiles de escolas sejam mantidos

Desde que a Prefeitura de Teresina anunciou as mudanças no carnaval da capital, a população ficou em polvorosa com as alterações. Agora, passada a época das folias carnavalescas, as opiniões são distintas. A deputada estadual Flora Isabel (PT), por exemplo, defendeu a construção de um sambódromo em Teresina, para que a tradição dos desfiles de escolas de samba não seja perdida.

Segundo a parlamentar, o seu argumento está relacionado com o que foi constatado com as andanças e conversas durante os desfiles dos blocos nos bairros. ?É um anseio da população e dos próprios carnavalescos que se tenham os desfiles. Carnaval é um momento de união, de encontro da população para brincar a festa mais tradicional do país?, opinou.

A petista defende que, nos próximos anos, seja mantido os dois modelos: durante o dia, a festa nos bairros e, a noite, o desfile das escolas de samba concentrado em um único local. ?Esse local seria o sambódromo, que teria toda uma estrutura de banheiros e arquibancadas. È um modelo semelhante ao que acontece em outros estados e também no próprio Piauí, na cidade de Floriano, por exemplo?, explicou.

O sambódromo seria construído no prolongamento da Avenida Marechal Castelo, onde as seis escolas de samba e os 18 blocos carnavalescos poderiam realizar seus desfiles e serem prestigiados pela população. ?A descentralização fez com que a população ficasse dispersa. Isso sem falar nas famílias que trabalhavam durante todo o ano confeccionando as fantasias e os adereços das escolas de samba que, este ano, ficaram prejudicados?, relata.

A proposta da parlamentar será levada ao plenário da Assembléia e deverá ser levada também para o executivo de Teresina. ?Não se pode tomar uma decisão porque esse é o jeito mais fácil. O sambódromo revitalizaria o carnaval de Teresina que está descaracterizado, fazendo com que as pessoas procurem outros locais no período carnavalesco?, finaliza. (M.M)

Fonte: Mayara Martins