Deputada usa argumento para explicar agressão de homens em mulheres

Segundo ela, se a mulher levantar a voz o homem fica com raiva.

Uma argumentação surpreendente de uma deputada do PSB de São Paulo deixou muitas pessoas assustadas. Keiko Ota, vice-presidente da Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher tentou justificar porque os homens agridem as mulheres.

Segundo ela, um livro que está lendo sobre as diferentes características dos homens e mulheres lhe deu uma base para sua opinião. “Se os dois realizam a mesma função nunca dará certo. Briga e leva a morte”, disse.

“De natureza a mulher já tem uma característica arredondada, percebe-se nos seios, no quadril. Já o homem é mais força, rígido. Quando se casam a mulher quer fazer o mesmo papel do homem e aí entra o conflito”, alegou ela que logo foi interrompida pela repórter que perguntou que papel era esse.

“Tem mulher que levanta a voz e fala, o homem por natureza não gosta disso. Se não deu certo é melhor separar e cada um ir para o canto, mas se ele sair com raiva ele vai e mata”, afirmou ela.

Image title


Fonte: Com informações do Brasil Post