Deputado abre mão de eleição por vaga no TCE-PI

O deputado estadual Xavier Neto (PR) admitiu ontem abandonar a reeleição caso consiga a indicação para a vaga

Não são apenas as quatro vagas na chapa majoritária que fazem parte das negociações entre os partidos para aglutinar o maior número possível de apoio nas eleições deste ano. Além da cadeira de presidente da Assembléia Legislativa, já reivindicada pelo deputado estadual Flávio Nogueira (PTB) como uma das condições para permanecer na base aliada, o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) é alvo de interesse dos parlamentares piauienses. O salário é de R$ 24 mil.

O deputado estadual Xavier Neto (PR) admitiu ontem abandonar a reeleição caso consiga a indicação para a vaga, que poderá ser deixada ainda este ano pelo atual conselheiro, Sabino Paulo. Após sete mandatos na Alepi, Xavier destacou que ?também pode contribuir no Tribunal?. ?O Sabino irá completar 70 anos em maio e pretende adiantar a aposentadoria. Além disso, ele pode participar da campanha do ex-prefeito Sílvio Mendes (PSDB) e o cargo que ocupa o impede?, explica Neto.

O deputado frisa que não há ?indicação? e sim um ?concurso? para a escolha do conselheiro que é nomeado pela Assembléia através de uma votação. As especulações de que os votos de Xavier no Estado seriam divididos pelos deputados estaduais Roncalli Paulo, irmão de Sabino, e Luciano Nunes, ambos do PSDB, são negadas pelo parlamentar que, no entanto, assume que se não for candidato, ?indicará aos amigos as regiões onde possui votos?.

Xavier Neto conta que o PR lançará um candidato a deputado estadual, mas ainda não definiu o escolhido. ?Pode ser o Leonardo Eulálio ou o Fábio Xavier. Com certeza o PR terá um candidato?, diz. No final do ano passado as especulações em torno do próximo nome a ocupar a vaga de conselheiro recaiu no ex-secretário estadual de Governo e deputado Kléber Eulálio (PMDB) (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte