Deputado bancou, com dinheiro da Câmara, 77 passagens e comissão do time do Ceará

O Ceará tem a segunda maior torcida do Estado, ao lado de Fortaleza e Corinthians

O deputado Eugênio Rabelo (PP-CE) bancou com dinheiro da Câmara 77 passagens para 27 jogadores, dois técnicos e três dirigentes do Ceará Sporting Club, além de parentes e amigos dos atletas e radialistas encarregados de cobrir os jogos do time de futebol, informa reportagem de Leonardo Souza e Eduardo Scolese, publicada pela Folha.

Segundo a reportagem, os bilhetes são de 2007 e foram emitidos no período em que o parlamentar presidiu o clube paralelamente ao exercício do mandato no Congresso.

O Ceará tem a segunda maior torcida do Estado, ao lado de Fortaleza e Corinthians, e atrás do Flamengo, conforme pesquisa Datafolha de 2007.

A Folha informa que, segundo registros das companhias de aviação, Rabelo gastou ao menos R$ 31,2 mil da cota aérea com esses bilhetes. Em pelo menos dois casos, os bilhetes coincidem em data e destino com partidas do Ceará, atualmente na Série B do Campeonato Brasileiro.

OUTRO LADO

Rabelo afirmou à reportagem que assume a responsabilidade por todas as viagens nacionais financiadas com sua cota na Câmara.

Ele não reconhece as passagens para o exterior, em nome de terceiros, e diz que abriu sindicância em seu gabinete para investigar o caso. "Se você quiser falar das nacionais, tenho convicção que eu autorizei todas elas. Eu tenho conhecimento de todas ou de quase todas."

Questionado sobre passagens pagas a jogadores e dirigentes do time em meio ao seu mandato na presidência, Rabelo disse que deu realmente passagens para alguns deles. Sobre os técnicos, completou: "Realmente, na época, sim [autorizei]. Eu admito todas as nacionais".

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br