Deputado impõe condição para presidir PMDB

Parlamentar comentou também que a partir de sua vivência acredita que no governador Wellington Dias

O deputado federal Marcelo Castro (PMDB) um dos cotados para assumir a presid?ncia do diret?rio estadual do PMDB condiciona aceitar somente se houver uma uni?o do partido, algo que n?o acontece a anos. Para ele o partido pode ter um projeto para 2010, mas que isso passa fundamentalmente pela uni?o do PMDB.

O parlamentar comentou tamb?m que a partir de sua viv?ncia acredita que o governador Wellington Dias (PT) vai cumprir o mandato integralmente. Falando sobre 2010, o deputado federal tamb?m considerou

que a partir de sua experi?ncia pol?tica acredita que o secret?rio de Fazenda, Ant?nio Neto (PT) pode ser candidato em 2010.

?Normalmente o secret?rio de fazenda ? carrancudo, inacess?vel. ? a primeira vez que vejo o secret?rio de Fazenda em com?cio fazendo discurso e a gente fica cutucando o amigo que ?essa alma quer reza?. Pela viv?ncia que tenho o que est? na cabe?a do governador ? ficar no governo e lan?ar o Ant?nio Neto?, ressaltou.

Para Castro, a ida dele para o comando estadual do PMDB s? pode acontecer se for uma decis?o baseada em uma uni?o do partido. ?Se for

consenso, sem traumas e sem imposi?es aceito tranq?ilamente?, comentou.

Fonte: Carlos Rocha, Jornal Meio Norte