Derrubada de veto agora depende de Sarney, diz deputado

Derrubada de veto agora depende de Sarney, diz deputado

Assis Carvalho acredita que, se for colocado em votação, veto será facilmente derrubado

O deputado federal Assis Carvalho (PT) disse ao meionorte.com que a derrubada do veto da presidente Dilma sobre o projeto de distribuição dos royalties do petróleo entre todos os estados da União depende agora do presidente do Congresso Federal, o senador José Sarney. Ele tem duas semanas colocar a matéria em pauta para votação, para que o veto seja então derrubado.

?Agora, precisamos confiar na palavra do presidente e esperar que ele honre o acordo que fez com a gente?. E o senador precisa agir rápido, pois se não colocar o veto em votação nesta quarta-feira ou na próxima, a casa entra em recesso, voltando apenas em fevereiro, e o Piauí, assim como os outros estados, não receberia os valores previstos para 2013.

Quanto ao veto da presidente Dilma, a visão de Assis Carvalho é de que ele foi feito com a intenção de não criar bloqueios, e que a decisão final fosse do parlamento. O deputado disse ao meionorte.com que, se a presidente sancionasse o projeto, o Estado do Rio de Janeiro e Espírito Santo poderiam entrar com ação no Superior Tribunal Federal, o que bloquearia todos os recursos dos royalties por anos, até que o julgamento terminasse. ?Como ela vetou apenas o artigo 3º, que fala dos recursos já licitados, que vão até maio de 2013 e que já são do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Se eles entrarem com a ação só será sobre estes recursos, que não tem nada a ver conosco?, disse o deputado.

Fonte: Andrê Nascimento