Desafio do PT é voltar com os discursos para juventude, diz Lula

Desafio do PT é voltar com os discursos para juventude, diz Lula

Ex-presidente votou em São Bernardo nas eleições internas do partido. Para Lula, a eleição mostra a vontade do PT em eleger o governador de SP.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou ao chegar para votar nas eleições internas do PT deste domingo (10), em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, que o partido precisa voltar a dialogar com a juventude. Lula chegou acompanhado do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, possível candidato a governador de São Paulo pelo PT e por Emídio de Souza, candidato à presidência do partido em São Paulo.

"O desafio dos próximos dirigentes do PT é renovar o partido, porque eu acho que o partido precisa voltar a fazer um discurso mais para a juventude. É importante a gente consolidar o processo eleitoral do próximo ano", afirmou.

Lula apoia o atual presidente da legenda, Rui Falcão, que tenta a reeleição. Falcão representa o grupo político majoritário no PT, formado pelas correntes Construindo um Novo Brasil, Novo Rumo e PT de Luta e de Massas, reunidas na chapa Partido que Muda o Brasil.

O ex-presidente também afirmou que as eleições mostram a "força" do partido e a "vontade política" de eleger o próximo governador de São Paulo, estado administrado pelo PSDB nos últimos 20 anos.

"A eleição do PT é para mostrar a força do PT e para garantir que o PT tenha uma direção consolidada e comprometida com o governo da presidente Dilma e com uma vontade política de eleger o próximo governador do estado de São Paulo, porque acho que São Paulo merece uma oportunidade de ter um governo do PT para gente provar que São Paulo pode ser muito melhor", disse Lula.

Haddad

Questionado sobre o fato de o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, ter sido criticado pelo reajuste no IPTU e denúncias de fraude na Prefeitura, Lula disse que conhece Haddad e e que ele ainda tem três anos de mandato.

Dilma afirma ter "orgulho" do PT e diz que votará na eleição do partido

?Haddad vai ter que continuar administrando São Paulo e tenho certeza de que ele vai continuar fazendo uma grande administração. As pessoas podem cometer alguns equívocos, porque as pessoas acham que o Haddad fez alguma confusão em relação às manifestações de junho e julho, mas ele ainda tem três anos de mandato e eu conheço o Haddad?, disse.

"O Haddad está fazendo as coisas que um prefeito tem que fazer. Ele abriu uma investigação, essa investigação está acontecendo. É um processo de apuração. Este é um problema que cabe ao Ministério Público e à polícia?, completou Lula.

Fonte: G1