Desfalques nos cofres da União somam R$ 1 bilhão desde 2009

Levantamento da Polícia Federal aponta quantia desviada da União.

Nos últimos três anos, delegados da Polícia Federal estão se especializando no combate a desvios de verbas públicas, superfaturamentos em contratos da administração e fraudes a licitações. Dados da atuação contra esses tipos de crimes estão em levantamento da PF, que incluiu as 83 maiores operações desde janeiro de 2009 contra malfeitos com recursos da União.



O levantamento aponta desfalques aos cofres públicos de mais R$1,2 bilhão, isto apenas nas investigações em que já foi possível calcular os valores das irregularidades- cerca de dois terços do total. Esses casos levaram à prisão de 32 prefeitos ou ex-prefeitos e 142 servidores públicos, além do indiciamento de 293 pessoas suspeitas de participarem dos crimes.

Esse tipo de atuação poderá ganhar impulso com a criação formal de Delegacias Especializadas na Repressão aos Desvios de Recursos Públicos (Delerps), previstas no projeto de reestruturação da PF, em estudo pelo governo.

O foco nos crimes contra os cofres públicos levou a PF a criar um manual para orientar as investigações. O material está em análise pela corregedoria da corporação e, se aprovado, será encaminhado para os delegados de todo o país.

"O combate aos desvios de recursos públicos representa uma das prioridades da instituição", afirma o diretor geral da Polícia Federal, Leandro Daiello Coimbra.

Fonte: Folha.com