"Dever cumprido", afirma Margarete Coelho ao deixar a Assembleia

"Dever cumprido", afirma Margarete Coelho ao deixar a Assembleia

Prestes a assumir o novo cargo em primeiro de janeiro, Margarete afirmou que não é uma despedida

Eleita vice-governadora do Piauí, a deputada estadual Margarete Coelho (PP), se despediu ontem da Assembleia Legislativa, casa onde exerceu seu primeiro mandato parlamentar.

Emocionada, não conteve as lágrimas e ressaltou o turbilhão de emoções que enfrentou durante os últimos quatro anos. "Se o futuro combina com planos, não há palavra melhor para combinar com passado que lembrança.

Lembrança dos debates acalorados, lembrança das votações nas comissões, lembrança das várias vezes que tomamos essa tribuna para falar ao povo do Piauí", declarou. Prestes a assumir o novo cargo em primeiro de janeiro, Margarete afirmou que não é uma despedida.

"Não é um adeus, apenas um até logo. Quero daqui a quatro anos sentir o mesmo que sinto agora, o do dever cumprido. Deixo aqui um debate em aberto para ser seguido por outros" ressaltou.

No discurso de despedida, a parlamentar não negou que ainda existam desafios a serem perseguidos no Poder Legislativo, mas agradeceu o aprendizado com a função e aos piauienses que a colocaram no posto.

"Este Poder enfrentou e enfrenta grandes desafios desde sua criação. Hoje, sem dúvidas, o maior deles é a busca pela retomada da sua credibilidade", apontou. Coelho destacou que deixa o mandato com a consciência tranquila.

"Quando terminar meu mandato de vice-governadora, eu peço a Deus apenas uma coisa, que eu possa concluí-lo com a mesma consciência tranquila com que encerro meu mandato de deputada estadual. Tenho a consciência que dei o meu melhor", disse.

Clique e curta Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Francy Teixeira