""Diário Oficial da União"" traz nomeações de 2º escalão

Foram publicadas as nomeações de Mario Augusto Lopes Moysés e de Frederico Costa

Um dia após o vice-presidente da República, Michel Temer, ter dito que as nomeações para o segundo escalão estavam "suspensas", o "Diário Oficial da União" traz novas nomeações. Nesta quarta-feira (5) foram publicadas as nomeações de Mario Augusto Lopes Moysés para a presidência da Embratur e de Frederico Costa para a secretaria-executiva do Ministério do Turismo.

Segundo a assessoria do Ministério do Turismo, as nomeações foram acertadas com o novo titular da pasta, Pedro Novais, indicado pelo PMDB. O partido fez chegar ao governo que gostaria de comandar a presidência da Embratur, mas não foi atendido. Alguns nomes do PMDB chegaram a ser sugeridos, como o do ex-ministro Geddel Vieira Lima, que em 2010 foi derrotado na disputa ao governo da Bahia.

O governo preferiu nomear Mario Augusto Lopes Moysés, nome ligado ao PT que já acumulava desde 2008 a presidência da Embratur com o comando da secretaria-executiva do Ministério do Turismo. Em 2004, ele foi secretário particular de gabinete da então prefeita de São Paulo Marta Suplicy. Entre 2007 e 2008, foi chefe de gabinete do Ministério do Turismo durante a gestão de Marta Suplicy. Paulistano, de 56 anos, Moysés é graduado em Física pela Universidade de São Paulo e pós‐graduado em Finanças pela Fundação Getúlio Vargas.

O novo secretário-executivo do Ministério do Turismo, Frederico Costa, foi secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo no governo Lula. Ele é formado em Administração de Empresas pela Georgetown University (EUA) e se especializou em finanças. Apesar de ser um quadro técnico, a nomeação de Costa recebeu o aval do PMDB.

Fonte: g1, www.g1.com.br