Nordeste é maior desafio para plano antimiséria de Dilma

Nordeste é maior desafio para plano antimiséria de Dilma

O objetivo do programa é retirar 16,2 milhões de brasileiros da condição de extrema pobreza.

O plano ?Brasil sem miséria?, que visa acabar com a pobreza extrema de mais de 16 milhões de brasileiros até 2014, terá no Nordeste o seu maior desafio. Apenas nos nove Estados da região, a iniciativa da presidente Dilma Rousseff, lançada nesta quinta-feira (2), tentará melhorar a situação de 9,6 milhões de pessoas.

O número compõe 59% dos brasileiros com renda per capita de até R$ 70 por mês. Os nordestinos com essas dificuldades somam 52% no meio rural e 48% nas cidades.

Nas regiões Sul e Sudeste, estão 21%, ou mais de 3 milhões de pessoas, em pobreza extrema. Norte e Centro-Oeste compõem os 20% restantes. O plano, visto como uma complementação ao programa Bolsa Família, buscará ampliar a renda familiar, ampliar o acesso a serviços públicos e criar oportunidades para os brasileiros mais pobres. Ações diferentes serão implantadas na cidade e no campo.

A ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, afirmou que serão implantadas medidas para distribuição de água e de sementes em áreas rurais para atendimento de 750 mil famílias. O programa Luz para Todos também chegará a 257 mil famílias extremamente pobres. Nas cidades, haverá oferta de cursos profissionalizantes e iniciativas de micro-crédito, que ainda estão em fase de finalização.

O plano também enfrentará a pobreza extrema de jovens. Desses, 51% têm até 19 anos de idade. No aspecto racial, 71% dos extremamente pobres brasileiros são negros.



Fonte: UOL