Datafolha mostra Dilma com 49%, e José Serra, 29%; resultado aponta vitória da petista no 1º turno

Datafolha mostra Dilma com 49%, e José Serra, 29%; resultado aponta vitória da petista no 1º turno

Candidata do PT tem 49% das intenções de voto e tucano foi para 29%, diz pesquisa Datafolha.

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, ampliou para 20 pontos sua vantagem em relação a José Serra. Pesquisa Datafolha divulgada na madrugada desta quinta-feira (26) mostra Dilma com 49% das intenções de voto. O tucano oscilou e foi para 29%. De acordo com a sondagem, Marina Silva (PV) tem 9%. O resultado aponta para vitória de Dilma no primeiro turno.

Os candidatos Plínio Arruda Sampaio (PSOL), Zé Maria (PSTU), José Maria Eymael (PSDC), Rui Costa Pimenta (PCO), Ivan Martins Pinheiro (PCB) e Levy Fidelix (PRTB) não pontuaram no levantamento.

Na simulação de um possível segundo turno, a candidata do PT também venceria o tucano. Ela aparece com 55% e Serra com 36%. As entrevistas foram feitas em 385 municípios, nos dias 23 e 24 de agosto, com 10.948 eleitores - 61% declararam não ter visto o horário eleitoral na TV - e tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Na cidade de São Paulo, Dilma tem 41% das intenções de voto, seguida de Serra (36%) e Marina (11%).

A pesquisa mais recente de intenção de voto foi divulgada nesta terça-feira (24). Dados da CNT/Sensus colocaram Dilma 18 pontos à frente de Serra. Ela apareceu com 46%, contra 28,1% do tucano e 8,1% de Marina ? o que também daria a vitória para a petista no primeiro turno.

No sábado, o último Datafolha mostrou vantagem de 17 pontos para a candidata do PT. Dilma tinha 47%, contra 30% de Serra e 9% de Marina. O levantamento já mostrava vitória da petista no primeiro turno.

A pesquisa Datafolha divulgada hoje foi encomendada pelo jornal Folha de S. Paulo e pela Rede Globo. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e a margem de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número de protocolo 25.473/2010 no dia 20 de agosto.

Fonte: R7, www.r7.com