Dilma Rousseff reajusta em até 45% benefícios do Bolsa Família

Dilma Rousseff reajusta em até 45% benefícios do Bolsa Família

Ela também anunciou crédito para trabalhadoras rurais.

Em Irecê, interior da Bahia, a presidente Dilma Rousseff assinou nesta terça-feira decreto que reajusta em até 45% os benefícios do Bolsa Família, durante evento que marca o início do mês da mulher, cujo dia é celebrado internacionalmente em 8 de março. Ela também anunciou crédito para trabalhadoras rurais.

"Estou aqui hoje com uma missão que muito me orgulha, falar de um programa que demonstra nosso compromisso com aquela parcela da população brasileira que foi sempre abandonada. Nós temos convicção que o País só será grande quando todos os brasileiros e brasileiras forem grandes com ele", disse, anunciando em seguida o reajuste do Bolsa Família. "Desde 2009 que o programa não tinha reajuste, porque 2010 era ano eleitoral. Vamos dar um reajuste significativo, beneficiando a quem tem mais filhos, que é quem tem maior dificuldade. Crianças e jovens são os que mais sofrem com a pobreza extrema, porque os mais velhos têm a aposentadoria garantida. O reajuste por parcela relativa a filho será de 45%. Sabemos que os beneficiados freqüentam mais tempo a escola e se alimentam melhor, por que é isso que garante a permanência no Bolsa Família, além do acesso à vacinação."

As demais famílias terão reajustes menores, ficando em média em 19,4%. Segundo Dilma, o governo vai despender R$ 2,1bilhões com os aumentos.

Agricultura familiar

"Tanto no Bolsa Família quanto no Programa de Agricultura Familiar, temos olhado com carinho para as mulheres, fundamentais na família, porque elas preferem abrir mão da comida para dar de comer aos filhos. Por isso, elas são as titulares do cartão do Bolsa Família e por isso anunciamos o Pronaf Mulher, com acesso a financiamento para seu artesanato, para sua costura, para vender seu doce, e ter acesso a uma maior renda", informou. Ela falou que, em 2010, foram R$ 16 bilhões oferecidos em créditos para a agricultira familiar, mas foram tomados apenas R$ 10 bilhões.

Também foi anunciado o Instituto Federal de Educação Científica e Tecnológica, com cadeiras específicas para formação na agricultura familiar.

Além de Dilma, participaram da cerimônia o governador do Estado, Jaques Wagner, ministros, parlamentares, prefeitos, autoridades e movimentos sociais de lutas das mulheres. A presidente citou nominalmente algumas mulheres que estavam no palco, como Fátima Mendonça, primeira-dama baiana, e a primeira senadora do Estado, Lídice da Mata (PSB).



Fonte: Terra, www.terra.com.br