Dilma: assédio no transporte público "envergonha" o Brasil

Para a presidente, a prática, conhecida vulgarmente como "encoxar", é um tipo de violência

Em meio às discussões sobre o crescente número de assédio sexual nos sistemas de transporte público, a presidente Dilma Rousseff condenou esse tipo de abuso em seu perfil no Twitter. Para a presidente, a prática, conhecida vulgarmente como "encoxar", é um tipo de violência comparada à agressão doméstica.

"A ação de criminosos que assediam e abusam de mulheres em ônibus, trens e metrôs envergonha a nossa sociedade", disse a presidente, por meio de sua conta no microblog. "Avançamos no combate à violência doméstica, com a Lei Maria da Penha, mas ainda enfrentamos outros tipos de violência contra a mulher."

A presidente aproveitou o espaço na rede social (na qual tem cerca de 2,2 milhões seguidores) para incentivar que as vítimas desse tipo de assédio denunciem. Ele cobrou ainda ação efetiva da política contra a prática.

"Venho pedir às vítimas que não se intimidem em denunciar. E às políticas, que não se omitam em combater a prática", disse a presidente, acrescentando que "o Brasil de hoje não comporta mais qualquer tipo de violência contra a mulher".

Fonte: Terra, www.terra.com.br