Dilma cobra órgãos do governo para evitar "falhas técnicas", diz ministro

Até agora, a presidente ainda não se pronunciou sobre o incidente.

O ministro das Relações Institucionais, Pepe Vargas, descartou a possibilidade de o país viver um "apagão" e afirmou que a presidente Dilma Rousseff (PT), cobrou os órgãos do governo em relação ao episódio.  "A presidente quer que todos os setores evitem ao máximo possíveis falhas técnicas", disse Vargas.


A declaração foi feita nesta terça-feira (20), um dia depois de um blecaute atingir 10 Estados e o Distrito Federal. "Não temos um risco de apagão por conta de falta de geração ou por falta de distribuição como aconteceu no passado", disse Vargas.

De acordo com o ONS (Operador Nacional do Sistema), o blecaute foi decorrente, em parte, do aumento de demanda de energia durante o horário de pico.

Até agora, a presidente ainda não se pronunciou sobre o incidente.

Ontem, o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga (PMDB), afirmou que o apagão que atingiu as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste foi causado por um problema técnico em uma linha de transmissão de Furnas, que faz a ligação Norte-Sul da rede da companhia administrada pelo Grupo Eletrobras.

Fonte: UOL