Dilma compara tentativa de golpe na Turquia com impeachment

Dilma usou as redes sociais para se pronunciar

A presidente afastada, Dilma Rousseff, comparou neste sábado (16/07) a tentativa de golpe de Estado de ontem na Turquia com a decisão do Senado de separá-la do poder, substituindo-a provisoriamente pelo vice-presidente, Michel Temer, dentro do processo de impeachment.

A tentativa de golpe na Turquia é preocupante. Um governo eleito não pode ser derrubado. Nem pela violência, nem pelas artimanhas jurídicas", afirmou Dilma pelas redes sociais.De acordo com Dilma, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, foi eleito democraticamente pelo povo turco, assim como ela foi pelos brasileiros.

Image title

"O processo de impeachment no Brasil tem que ser repudiado. Democracia é preservar a vontade popular", afirmou a presidente afastada em sua conta no Facebook. O primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, disse hoje que o governo recuperou o controle do país depois da fracassada tentativa de golpe, que terminou com 161 mortos e 2.839 militares presos.

O governo do presidente interino, Michel Temer, divulgou um comunicado ontem no qual pediu às partes envolvidas que deixassem a violência de lado, mas defendeu o "pleno respeito às instituições e à ordem constitucional" na Turquia.


Fonte: Globo.com