Dilma condena tentativa de golpe na Turquia e cita impeachment

Dilma publicou o emoticon "sentindo-se preocupada"

A presidente afastada Dilma Rousseff usou sua página no Facebook para postar uma mensagem condenando a tentativa de golpe na Turquia. Ela disse que a ação militar preocupa e fez uma ligação com a situação vivida por ela no Brasil, onde enfrenta um processo de impeachment. No post, a petista diz que um governo eleito não pode ser derrubado nem pela violência, nem por “artimanhas jurídicas", em uma referência indireta a seu impedimento, que deverá ser julgado no fim de agosto.

"A tentativa de golpe na Turquia é preocupante. Um governo eleito não pode ser derrubado. Nem pela violência. Nem por artimanhas jurídicas. O presidente Recep Tayyip Erdogan foi eleito pelo povo da Turquia. No Brasil, o impeachment tem que ser repudiado. Democracia é preservar a vontade popular", escreveu.

Na mesma postagem, Dilma publicou o emoticon "sentindo-se preocupada". A presidente afastada tem adotado o discurso de que seu impeachment não tem amparo legal, de que é inocente de ter praticado crime de responsabilidade e que, portanto, é vítima de um golpe.

Fonte: Com informações do Jornal Extra