Dilma convida 11 ex-companheiras de cela para sua posse

Dilma convida 11 ex-companheiras de cela para sua posse

Dilma tomará posse no próximo sábado

A cerimônia de sucessão da Presidência da República terá entre os convidados especiais 11 antigas militantes de esquerda e ex-companheiras da presidente eleita, Dilma Rousseff. O grupo esteve preso na década de 1970 no conjunto de celas femininas do Presídio Tiradentes, em São Paulo, conhecido como "Torre das Donzelas". O local abrigava presos políticos encaminhados por órgãos de repressão da ditadura, como o Dops e o DOI-Codi. As informações são do jornal O Globo.

Uma das convidadas, a economista Maria Lúcia Urban, diretora do Centro de Formação Estatística do Paraná, ficou muito próxima de Dilma durante o cárcere. À época, Maria Lúcia chegou grávida ao presídio e recebeu todos os cuidados da presidente eleita. Para as colegas de militância, a chegada de Dilma à Presidência da República é motivo de orgulho. "Não tenho postura feminista, mas é uma vitória ter uma mulher presidente. E nem em sonho imaginava que alguém da luta armada chegaria um dia a esse posto", afirmou Lenira Machado, outra integrante do grupo. Segundo a jornalista Rose Nogueira, que ocupava a mesma cela do grupo, Dilma tinha um forte apego aos livros, lendo de teorias da economia aos clássicos da literatura. Nos trabalhos manuais na cela, segundo Rose, Dilma tinha predileção pelo crochê, confeccionando bordados em pano.

Fonte: Terra, www.terra.com.br