Dilma declara que a "liberdade de manifestação deve ser respeitada"

Presidente Dilma Rousseff recebeu ministros no Palácio da Alvorada

Na noite deste domingo (13), dia que reuniu milhões de pessoas em manifestações por todo o país contra a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula, o Palácio do Planalto divulgou nota à imprensa informando que a "liberdade de manifestação é própria das democracias e por todos deve ser respeitada".

"O caráter pacífico das manifestações ocorridas neste domingo demonstra a maturidade de um país que sabe conviver com opiniões divergentes e sabe garantir o respeito às suas leis e às instituições", acrescentou a Presidência da República.

A presidente Dilma Rousseff recebeu, no Palácio da Alvorada, ministros de seu governo. Estiveram presentes na residência oficial da presidente da República o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, e o ministro da Defesa, Aldo Rebelo, o ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, da Casa Civil, Jaques Wagner, e o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.


Image title

Fonte: Com informações do G1