Dilma discute com ministros situação política do Paraguai

A missão de chanceleres foi a Assunção na tentativa de conter o processo de impeachment do presidente do Paraguai, Fernando Lugo.

A presidente Dilma Rousseff reuniu-se na noite desde sábado (23), no Palácio da Alvorada, com o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, para discutir a situação política no Paraguai. As informações são da Agência Brasil.

Desde que o ministro retornou ao Brasil após a missão de chanceleres da União das Nações Sul-Americanas (Unasul) ao Paraguai, ainda não tinha se reunido com a presidente.

Patriota chegou ao Brasil na madrugada deste sábado, foi para o Rio de Janeiro e, depois, voltou para Brasília.

A missão de chanceleres foi a Assunção na tentativa de conter o processo de impeachment do presidente do Paraguai, Fernando Lugo.

O Senado aprovou, no fim da tarde de sexta-feira (22), a perda do mandato de Lugo, acusado de mau desempenho na Presidência, sobretudo diante de conflitos entre camponeses e policiais. O vice-presidente, Federico Franco, assumiu o cargo.

Brasil conversa com países vizinhos antes de se pronunciar oficialmente sobre crise paraguaia

Também participaram do encontro no Palácio da Alvorada os ministros da Defesa, Celso Amorim, e de Minas e Energia, Edison Lobão.

De acordo com a imprensa paraguaia, a Unasul marcou uma reunião para a próxima quarta-feira (27), em Lima, no Peru, para discutir a crise no Paraguai.

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil informou que, por enquanto, não está prevista a divulgação de nenhum comunicado sobre a posição do país sobre o ocorrido no Paraguai.

O Governo brasileiro está realizando consultas com outros países da Unasul antes de manifestar sua posição sobre o novo governo, disseram à Agência Efe fontes da Chancelaria.

Fonte: r7