Dilma Rousseff diz estar atenta ao caos na segurança no Maranhão

Dilma Rousseff diz estar atenta ao caos na segurança no Maranhão

Presidente destaca oferta de vagas para transferência de presos do Estado para cadeias federais

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (10), por meio da sua conta no Twitter, que acompanha ?com atenção? o caos no sistema carcerário e os ataques a ônibus e delegacias no Maranhão.

Dilma destacou que, já em dezembro, determinou o envio de homens da Força Nacional ao Estado e prometeu aumentar o efetivo que atua nas ruas da capital maranhense, São Luís.

? Tenho acompanhado com atenção a questão da segurança no Maranhão. [...] Em dezembro determinei o envio da Força Nacional para apoiar as ações de segurança do governo do Maranhão.

A presidente destacou ainda que o Ministério da Justiça reservou vagas em cadeias sob responsabilidade pelo governo federal para detentos que estão em presídios maranhenses.

? O @JusticaGovBR [conta no Twitter do Ministério da Justiça] ofereceu vagas em presídios federais p/ transferência de presos do Maranhão. O @JusticaGovBR apoia mutirão de defensores publicos p/ análise da situação dos presos.

Na última quinta-feira (9), o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, esteve em São Luís, onde se reuniu com a governadora, Roseana Sarney (PMDB).

Dilma destacou o encontro e afirmou que o governo estadual criou um grupo de crise para combater crimes dentro e fora de presídios do Maranhão.

? Ontem, a governadora Roseana Sarney anunciou criação de comitê gestor integrado, coordenado pelo governo do Estado. [...] O comitê, coordenado pelo Governo do Estado, envolve os poderes e MP maranhenses, além do @JusticaGovBR p/ ações nos presídios do MA.

A série de mensagens da presidente termina com uma declaração que diz que o envio de homens da Força Nacional, para auxiliar na segurança pública, não é exclusividade do Maranhão.

? Essas medidas são similares àquelas encaminhadas nos casos de SP, RJ, SC, AL, PR, por exemplo.

Fonte: R7, www.r7.com