É hora de "harmonizar" as relações com PMDB, diz Dilma Rousseff

É hora de "harmonizar" as relações com PMDB, diz Dilma Rousseff

Dilma se encontrou por mais de duas horas com o vice, Michel Temer

Em reunião com integrantes da cúpula do PMDB, a presidente Dilma Rousseff falou que era hora de "harmonizar" as relações com o partido e se comprometeu a enviar um número menor de medidas provisórias ao Congresso.

Dilma se encontrou por mais de duas horas com o vice, Michel Temer, e com os presidentes da Câmara e do Senado --Henrique Eduardo Alves (RN) e Renan Calheiros (AL)-- na noite desta segunda-feira no Palácio do Planalto.

Na semana passada, Renan se recusou a votar a MP que garantia descontos na conta de energia alegando que o Senado teve pouco tempo para apreciá-la, uma reclamação recorrente na Casa. A decisão aumentou o desgaste entre o partido e a articulação política do governo.

Por esse motivo, Dilma se comprometeu a reduzir o envio de MPs.

A presidente citou o Código de Mineração que, em vez de MP, será enviado por meio de projeto de lei, o que permitirá que deputados e senadores tenham mais tempo para discutir o assunto.

Ainda neste mês o projeto do Código será apresentado e discutido com os líderes do Congresso, em mais um gesto de aproximação.

Dilma também se comprometeu a receber mais vezes os presidentes dos Poderes e a participar mais de perto das negociações políticas do Congresso.

Fonte: Folha