"Há possibilidade" de deixar governo em fevereiro para disputar presidência", diz Dilma

A ministra-chefe da Casa Civil e provável candidata do PT para concorrer à Presidência em 2010

A ministra-chefe da Casa Civil e provável candidata do PT para concorrer à Presidência em 2010, Dilma Rousseff, afirmou nesta terça-feira (13), pouco antes do início de um jantar com a cúpula do Partido da República (PR), que ?há a possibilidade? de deixar o governo em fevereiro do ano que vem para cuidar da candidatura.

?Se eu for a candidata, é uma possibilidade. Mas nessas coisas não se discute a hipótese. Eu não posso ficar discutindo a hipótese do meu nome porque isso não é muito correto. Eu acho que tem de aguardar para ver como ficam essas definições daqui pra frente?, argumentou a ministra.

Na semana passada, a ministra se reuniu com a cúpula do PDT e também tratou da sucessão eleitoral em 2010. Ela tem se reunido com as bancadas dos principais partidos que dão sustentação ao governo no Congresso para articular a aliança para a disputa presidencial e possíveis palanques nos estados.

?O PR é da base do governo, eles me fizeram um convite, eu estou comparecendo ao jantar e vamos discutir todas as questões da conjuntura e vamos discutir as consequências do processo que vai levar à sucessão do presidente Lula de uma ótica de como é que damos continuidade a esse projeto?, disse a ministra.

Questionada sobre as declarações do presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP), de que o PMDB já tinha a vaga de vice na chapa encabeçada pela ministra garantida, Dilma disse que não poderia comentar o tema.

?Eu não posso assumir uma posição dessas, porque eu teria que assumir que sou a pessoa indicada e eu não posso fazer isso ainda, uma vez que o PT não se reuniu para fazer isso. Mas, o Berzoini pode falar sobre um vice na chapa do PT, ele está ?mandatado? para isso, afinal ele é o presidente do PT?, explicou a ministra.

Fonte: g1, www.g1.com.br