Dilma diz que pediu a São José para chover no Sudeste e Centro-Oeste

A rádios do Ceará, ela afirmou que não houve obras onde falta água. Governador de SP pediu à presidente uso de água que abastece o RJ.

Em entrevista nesta quarta-feira (19) a uma rádio cearense, a presidente Dilma Rousseff afirmou ter pedido a São José para abrir "um pouquinho das águas" sobre as regiões Sudeste e Centro-Oeste do país, que passam por um período de estiagem neste verão.

São José é o padroeiro do Ceará, e seu dia é comemorado em 19 de março. Segundo informações publicadas na página do governo do Ceará, pela tradição do estado, acredita-se que se chover nesta data, haverá chuvas durante o ano todo.

"Hoje eu pedi um auxílio para São José para que São José abra um pouquinho das águas sobre o resto do Brasil porque nós temos hoje uma situação de seca onde não tinha antes, que é o Sudeste e o Centro-Oeste", disse Dilma.

Mais cedo, em uma cerimônia ao lado do governador Cid Gomes, Dilma disse que comemoraria o dia 19, dia do "protetor do Ceará", no evento em Sobral, marcado para às 16h, onde assinará ordem de serviço para a instalação de sistemas hídricos simplificados. Na ocasião disse pedir ao santo que "proteja um pouquinho o resto do Brasil".

inda na entrevista à rádio, Dilma destacou as parcerias com o governo estadual para garantir "segurança hídrica" para o povo cearense, e comentou sobre a falta de água em outras regiões onde essas obras não foram feitas. "Em algumas regiões do Brasil hoje está faltando água. Essas regiões, inclusive, não tiveram esse conjunto de obras que tem aqui no Ceará", pontuou.

Na fala, a presidente não fez menção a São Paulo, que passa por uma das situações mais críticas no abastecimento. No Sistema Cantareira, que fornece água à Grande São Paulo, o volume de água acumulado nos reservatórios chegou a 14,7% nesta quarta, suficiente para abastecer a região metropolitana durante apenas mais quatro meses.

Em Fortaleza, Dilma visitou o Trecho V do Eixão da Águas, segundo o Ministério da Integração Nacional, obra feita para complementar o abastecimento de água. O empreendimento atende, para uso humano e industrial, a região metropolitana de Fortaleza e beneficia 4,2 milhões de pessoas.

Mais tarde Dilma irá para Sobral, no interior do Ceará, para participar de ações do programa Água para Todos. Ela assinará a ordem de serviço para a implantação de 110 Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água, em 37 municípios. Esse sistema consiste na perfuração de um poço artesiano e a canalização da água até um ponto coletivo de distribuição. De acordo com o Ministério da Integração Nacional, o investimento será de R$ 21,7 milhões.

Nesta terça-feira (18), numa reunião com Dilma, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pediu para utilizar a água do Rio Paraíba do Sul, que é um rio interestadual e que abastece o Rio de Janeiro, no Sistema Cantareira, em estado crítico por causa da escassez de chuvas. A medida depende de uma autorização da Agência Nacional de Águas (ANA).

Fonte: G1