Dilma diz que reeleição de Chávez foi um processo democrático

Presidente telefonou nesta segunda para o colega venezuelano, reeleito

A presidente Dilma Rousseff telefonou nesta segunda-feira (8) ao presidente reeleito da Venezuela, Hugo Chávez, para parabenizá-lo pela vitória nas eleições deste domingo (7). Dilma qualificou a votação no país de "processo democrático exemplar", segundo relatou assessoria do Palácio do Planalto.


Dilma diz que reeleição de Chávez foi

Dilma telefonou a Chávez às 16h45 desta segunda-feira e conversou com o colega por quinze minutos. Ela disse que o Brasil "está pronto a colaborar com o presidente eleito para construção de uma América do Sul mais justa e igualitária, mediante fortalecimento dos mecanismos de aproximação bilateral e também de integração regional?, informou a assessoria da presidente.

Brasil e Venezuela integram a União de Nações Sul-Americanas (Unasul), a Comunidade dos Estados Latinoamericanos e Caribenhos (Celac) e o Mercosul, no qual o país de Hugo Chávez ingressou recentemente.

A votação na Venezuela, segundo a avaliação de Dilma, foi tranquila e marcada por baixo nível de abstenção e de votos nulos.

No pleito deste domingo, Chávez superou o opositor Henrique Capriles Radonski após uma disputada campanha e garantiu novo mandato, o seu quarto consecutivo, até 2019.

Esta foi a participação popular mais alta das últimas eleições. Quase 81% dos 19 milhões de eleitores votaram. O atual presidente teve 54% dos votos, contra 44,97% do oponente, com mais de 90% dos votos apurados, segundo Tibisay Lucena, presidente do Conselho Nacional Eleitoral.

Fonte: G1