Dilma é aprovada por 70,2%, mostra pesquisa CNT/Sensus

Esta é a primeira pesquisa feita pelo Sensus durante o governo da presidente Dilma.

A popularidade da presidente Dilma Rousseff está em alta, assim como a avaliação positiva do seu governo. É o que revela pesquisa CNT/Sensus, divulgada nesta terça-feira (16): 70,2% dos brasileiros aprovam o desempenho pessoal da presidente no comando do país e 49,2% consideram o governo Dilma ótimo e bom.

Na semana passada, pesquisa feita por outro instituto, o Ibope, trouxe números semelhantes: 67% dos brasileiros avaliaram como ótimo e bom o desempenho pessoal da presidente no comando do país e 48% consideraram o governo Dilma ótimo e bom.

Esta é a primeira pesquisa feita pelo Sensus durante o governo da presidente Dilma. O levantamento foi feito com 2.000 pessoas, em 136 municípios de 24 Estados, entre os dias 7 e 12 de agosto. Portanto, como não há pesquisa anterior do instituto, não é possível dizer se houve queda ou alta na popularidade da presidente. A margem de erro é de 2,2 pontos para mais ou para menos.

A sondagem detectou as impressões dos brasileiros após virem à tona as suspeitas de corrupção nos ministérios dos Transportes e do Turismo.

O primeiro resultou na queda do ministro Alfredo Nascimento, do segundo da pasta e da cúpula do Dnit (responsável pelas estradas). O segundo levou à prisão o secretário-executivo Frederico Silva da Costa e outros 35 pela Operação Voucher da Polícia Federal. Em ambos os casos, Dilma cobra ?faxina? para pôr fim às irregularidades.

No levantamento divulgado hoje, para 37,1% dos entrevistados, a gestão de Dilma é regular. Ruim ou péssimo foi a resposta de 9,3% dos brasileiros consultados e 4,6% não souberam avaliar ou responder à sondagem. Desaprovam o desempenho pessoal da presidente 21,1%.

Na pesquisa realizada em março pelo Ibope, o governo teve aprovação de 56% dos brasileiros. Sobre a atuação pessoal da presidente Dilma, 73% a aprovaram como chefe do governo, e 12% desaprovaram.

Antes do início do governo Dilma, o Sensus mediu, em dezembro do ano passado, a expectativa dos brasileiros quanto à futura gestão. Na época, 83,4% esperavam um governo bom ou ótimo, 13,7% regular e 2,2% ruim ou péssimo.

Fonte: r7